• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Você Entendeu? (Liderança)

Postado por Marco Fabossi fevereiro - 11 - 2017 3 Comentários

  Dizem que certo dia Rui Barbosa chegou em casa, ouviu um barulho estranho no quintal e percebeu que havia um ladrão tentando levar os seus patos de criação. Ele então aproximou-se cuidadosamente do indivíduo e, surpreendendo-o quando tentava pular o muro com os patos, disse-lhe:

– Oh bucéfalo anácrono! Não o interpelo pelo valor intrínseco dos bípedes palmípedes, mas sim pelo ato vil e sorrateiro de profanares o recôndito da minha habitação levando meus ovíparos à sorrelfa e à socapa. Se fazes isso por necessidade, transijo; mas se é para zombares da minha elevada prosopopeia de cidadão digno e honrado, dar-te-ei com minha bengala fosfórica bem no alto do píncaro de tua sinagoga, e o farei com tal ímpeto que te reduzirei à quinquagésima potência, e cairás cadavérico que o vulgo denomina nada.

E o ladrão, confuso, respondeu:

– Dotô, eu levo ou deixo os patos?


As pessoas se comprometem com aquilo que conhecem e participam, portanto, se o líder não se preocupa em manter as pessoas informadas sobre o que acontece na organização, retém dados importantes para o bom andamento das atividades, repassa informações incompletas, parciais ou contraditórias, não alinha objetivos e metas, não transfere conhecimento, não dá feedback sincero e honesto para as pessoas, enfim, se o líder é um mal comunicador, como pode esperar que as pessoas estejam comprometidas?

Os líderes são a principal mídia de comunicação de uma organização, por isso, sua disposição, vontade e habilidade em estabelecer uma boa comunicação, impacta diretamente as relações, o clima organizacional, o nível de comprometimento das pessoas e, consequentemente, os resultados.

Mas a comunicação é uma “via de mão dupla”, por isso, mais do que “falar”, é preciso interagir com aqueles que participam da comunicação, e um dos erros mais comuns que cometemos ao comunicar algo importante, é perguntar ao final de uma explicação: “Você entendeu?”. O que as pessoas geralmente respondem à essa pergunta é “Entendi”; e no final, o que geralmente acontece é que o entendimento delas é um pouco diferente daquilo que se tentou comunicar.

Independentemente das razões que provocam essas distorções numa comunicação, existe uma maneira muito simples de diminuir este problema; em vez de perguntar “Entendeu?” ao final de uma explicação, pergunte “O que você entendeu?”. Dessa forma as pessoas podem interagir durante a comunicação e expor aquilo que entenderam sobre o que você disse, permitindo que os devidos ajustes sejam feitos, caso necessário.

Entendeu? Opa, desculpe… O que você entendeu?

Um Grande Abraço,

Marco Fabossi

Leia também:
Falar é importante. Ouvir é Fundamental (Liderança)

livro3a-capa-site

Coração de Líder
A Essência do Líder-Coach
3a Edição - Revisada e Ampliada

Agora também em Áudiolivro

Clique e Adquira o seu Livro ou AudioLivro

 

Inscreva-se no Blog da Liderança e receba semanalmente os textos de Marco Fabossi
 
.Marco Fabossi
Marco Fabossi é Sócio-Diretor da Crescimentum, a mais completa empresa de formação de líderes do Brasil.
Crescimentum – A Evolução da Liderança
.
Livro Coração de Líder
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach em
coracaodelider.com.br
 
Os Melhores Livros de Liderança dos Últimos Tempos
Conheça os melhores Livros de Liderança
 
Líder do Futuro
O melhor programa de formação de líderes do Brasil
Líder do Futuro – A Transformação em Líder-Coach
.
Vídeos sobre Lideranca e Motivação
Vídeos – Liderança e Motivação
 
Blog da Liderança
Textos sobre Liderança, Motivação, Trabalho e Equipe e Coaching
Os Melhores Textos sobre Liderança
 
 

3 Respostas até agora.

  1. Cynthia Lanza disse:

    Adorei o texto!
    Acredito fortemente que uma boa pergunta faz toda a diferença.
    Obrigada pela reflexão deste domingo!!!

  2. Silvia Helena de Oliveira disse:

    Boa tarde !

    Amo seus textos,eles tem me ajudado muito.

  3. Gerson P. de Andrade disse:

    Olá professor! Sou entusiasta do assunto e estou chegando agora ao blog. Parabéns pela leveza e ao mesmo tempo profundidade de análise. Obrigado por compartilhar.