• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

A Árvore dos Problemas (Liderança)

Postado por Marco Fabossi dezembro - 12 - 2010 7 Comentários

O fazendeiro contratou um carpinteiro para arrumar algumas coisas em sua fazenda, e o primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil: O pneu do seu carro furou, a serra elétrica quebrou, ele machucou a mão, e na hora de ir embora o seu carro não funcionou.

O fazendeiro então ofereceu-lhe uma carona até sua casa, e durante todo o caminho, o carpinteiro se manteve de “cara fechada” e não pronunciou uma só palavra.

Quando chegaram à sua casa, para surpresa do fazendeiro, o carpinteiro o convidou para entrar e conhecer sua família, e antes de entrarem, o carpinteiro parou junto a uma pequena árvore que ficava ao lado da porta de entrada, e gentilmente tocou as pontas dos galhos com as duas mãos.

Assim que abriu a porta, os traços tensos do seu rosto transformaram-se em um grande sorriso, beijando e abraçando seus filhos, que vieram correndo ao seu encontro. Em seguida abraços e beijou carinhosamente sua esposa.

Um pouco mais tarde, depois do jantar, o carpinteiro acompanhou o fazendeiro até o carro, e assim que eles passaram pela árvore, ele perguntou:

– Porque você tocou na planta antes de entrar em casa?

– Ah! Esta é a minha Árvore dos Problemas. Eu sei que não posso evitar alguns problemas durante o meu dia, mas não posso deixar que estes problemas atrapalhem o tempo que tenho com minha esposa e meus filhos, que são as coisas mais preciosas que tenho nesta terra. Então, todas as noites, quando chego, eu deixo os meus problemas nesta árvore e os pego no dia seguinte, antes de sair. E por incrível que pareça, todas as manhãs, quando eu volto pra buscar os meus problemas, eles parecem não ter nem metade do tamanho que tinham quando os deixei na noite anterior!

Até hoje eu não conheci alguém que consiga separar vida profissional e vida pessoal. Somos seres integrais, e quando não estamos bem no trabalho, somos afetados em nossa vida pessoal e vice-versa, porque todas as áreas de nossa vida se relacionam de alguma maneira. Tudo o que acontece, em qualquer área, nos afeta integralmente como indivíduos e seres humanos.

Uma das saídas, porém, é criarmos “rituais” que nos ajudem a colocar foco naquilo que é realmente importante. O que o fazendeiro da nossa fábula fez foi exatamente isso; tocar aquela árvore era o seu ritual diário, que o ajudava a não deixar que seus problemas no trabalho roubassem a qualidade do tempo que ele teria com sua família. Ao tocar a árvore, ele decidia que, apesar do dia difícil, sua família é seu tesouro e seu porto seguro, que seus filhos e sua esposa são preciosos, e que o tempo que passa com eles é necessário e importante para todos. Neste momento ele decidia deixar os problemas do lado de fora.

Os rituais nos ajudam a colocar foco naquilo que é realmente importante, e nos permitem estabelecer rotinas específicas para administrar nossas energias (espiritual, física, emocional e mental), que são a chave para uma vida com propósito. Experimente criar alguns rituais!

Um grande abraço,

Marco Fabossi

Clique aqui e veja outros textos do Blog da Liderança
.
Marco Fabossi
Marco Fabossi é consultor da Crescimentum, a mais completa empresa de formação de líderes do Brasil. www.crescimentum.com.br
.
Livro Coração de Líder
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach em www.coracaodelider.com.br
.
Vídeos sobre Lideranca e Motivação
Vídeos sobre Liderança e Motivação: www.youtube.com/blogdofabossi

7 Respostas até agora.

  1. Sônia Alê disse:

    Creio que isso é um pouco inteligência emocional e espiritual,ambas são fundamentais e fazem diferença em nossas vidas e atitudes.

  2. Marizélia Thomaz disse:

    Devido a grande evolução em todos as areas a globalização, passamos por dificuldades, pressões, obstaculos diariamente.

    Rituais criados por nós mesmos, são fundamentais para o nosso equilibrio corpo e mente.

    • Josana Presidente disse:

      DISCERNIMENTO
      (Ivan Teorilang)

      Discernir é ter sua visão aguçada além dos limites materiais.
      Aquele que supera sua miopia na amplidão de sua própria existência, não se perde nas dores das divagações desnorteada querendo entender a todo custo a alma humana nesta grande jornada pela vida afora.
      Muito além daquilo que você acha que já aprendeu neste curto espaço de sua existência, o discernimento se completa com a percepção, também adquirida à duras penas, na formação de seu espírito.
      Na receita dos ingredientes que formam o discernimento se destacam a compreensão, o critério e o conhecimento, com uma boa dose de bom senso, os quais irão te levar mais próximo ao entendimento para a decisão final que irá formar sua própria opinião, diante qualquer situação.
      Caso queira adquirir o discernimento necessário para tornar mais leve o fardo que carregarás por toda sua vida, nunca se estresse com a impaciência, pois ela será sua inimiga natural, o que deturpara a formação de uma idéia mais saudável na compreensão das coisas que lhe permitirão chegar a qualquer conclusão.
      Não se esqueça também que faz parte de um discernimento adquirido, saber que, em muitas circunstâncias, aquilo que é verdade para alguns nem sempre é a mesma para outros, portanto nunca deixe de levar em conta também a precaução, colocando-se, desta forma, do mesmo lado de seu interlocutor, assim como a análise daquilo que o tenha levado àquele raciocínio diferente do nosso.
      Outro dia eu li um artigo sem a assinatura do autor, para o qual faria questão de dar o crédito, pois achei genial, e o transcrevo aqui:

      “A Verdade pode ser comparada a um grande espelho que caiu do céu e partiu-se em mil pedaços… Cada homem está de posse de apenas um pedaço desse espelho que, um dia, novamente inteiro, haverá de refletir a Verdade Integral.”

      Se exercêssemos mais, uma análise silenciosa sobre qualquer questão, antes dela chegarmos a um consenso razoável, com certeza estaríamos nos poupando das inconveniências resultantes, pois diante os estardalhaços causados por alguns, pode estar certo que a primeira intenção destes, não consistirão no conteúdo do que dizem, mas sim marcar, por imposição, sua presença, mesmo que vazia.
      Ao julgar e condenar alguém, não se esqueça que você também é suscetível ao mesmo erro, haja visto sua condição humana, portanto, pese e pense antes de constranger seu semelhante.

      “Bem aventurado é aquele cujo discernimento o levou à sabedoria e no exercício da sabedoria à luz da fé em toda sua plenitude libertando-o dos grilhões de um porvir obscuro e temível.”
      (Ivan Teorilang)

      “Não se pode creditar valor algum ao ser humano se este não possuir como domínio o discernimento, berço de todas as virtudes nobres”.
      (Ivan Teorilang)

  3. Maria das Dores disse:

    Como seria bom se todos tivessem uma arvore para deixar seus problemas.

  4. andreza lins disse:

    vou começar a plantar arvores em todos os lugares,,,Que lição de vida pra mim,,,!

  5. […] algumas coisas em sua fazenda, e o primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil: O pneu do seu carro furou, a serra elétrica quebrou, ele machucou a mão, e na hora de ir embora o seu carro não […]