• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Oratória ou "Escutatória"? (Liderança)

Postado por Marco Fabossi outubro - 30 - 2009 4 Comentários
chefebravo O novo diretor da empresa em seu primeiro dia de trabalho reuniu todos os colaboradores e fez um discurso maravilhoso. Ao final da reunião todos estavam entusiasmados e revigorados pela força das palavras daquele líder, que em seu primeiro dia, demonstrou toda sua capacidade de mobilização de pessoas através da oratória. Um verdadeiro show.
Naquele mesmo dia, no período da tarde, o novo diretor decidiu caminhar pela empresa para saber como é que seus colaboradores haviam reagido àquele belo discurso, e eis que passando pelo armazém encontrou um rapaz encostado na parede, olhando para o alto, aparentemente sem nada para fazer.
Rapidamente o diretor aproximou-se do rapaz, e em voz alta, para que todos os que estavam naquele local ouvissem, perguntou-lhe:
– Rapaz, quanto é que você ganha por mês?
– Eu? Bem, eu ganho por volta de R$ 600 por mês. Por que o Senhor quer saber? O senhor pode me arrumar algo melhor? – disse o rapaz.
– Não interessa porque eu quero saber. Aqui estão os seus R$ 600. Agora ponha-se daqui pra fora imediatamente! – esbravejou o diretor, tirando o dinheiro de seu próprio bolso e entregando-o ao rapaz.
O rapaz ficou surpreso, mas sem dizer uma palavra sequer, deixou o local e foi embora.
O diretor então olhou ao seu redor, e disse a todos que presenciaram aquela cena:
– Como eu lhes disse pela manhã, a partir de hoje esta é uma nova empresa, e eu não vou aceitar que qualquer um de vocês faça menos do que o “melhor”. Está claro?
Obviamente, todos consentiram com a cabeça, sem dizer uma só palavra.
O diretor então perguntou:
– O que este rapaz que acabei de mandar embora fazia na empresa?
E um dos funcionários timidamente respondeu:
– Senhor, ele veio entregar o lanche do pessoal que não conseguiu sair para almoçar por causa do volume de trabalho, e estava esperando o pagamento dos lanches e a gorjeta que o pessoal sempre dá.
.
Quando pensamos nas habilidades de comunicação de um líder, talvez a primeira coisa que nos vem à cabeça seja a capacidade de expressar suas ideias, de falar em público, comunicar a visão, de fazer apresentações, de conduzir reuniões, enfim, somos naturalmente levados a pensar em suas habilidades de oratória. Obviamente que essas habilidades são muito importantes. No entanto, em liderança existe uma habilidade ainda mais importante que a oratória, mas que pouca gente fala a respeito: a “escutatória”. Aliás, como sugere um sábio dito popular, ouvir é tão importante que foi esta a razão de Deus nos haver criado com dois ouvidos e não duas bocas.
Não há como liderar sem escutar as pessoas. Não apenas ouvi-las, mas escutá-las. Escutar com o coração, praticar a “escuta empática”. Colocar-se no lugar da pessoa, compreender sua realidade e tentar entender o que ela sente; algo de fundamental importância para um líder, já que uma das premissas básicas para tornar-se um líder é gostar de pessoas, e quanto mais você as entende em profundidade, mais gosta delas e mais respeito sente por elas.
A escuta empática, num primeiro momento pode parecer um tanto complicada, mas como a maioria da coisas relacionadas à liderança, escutar empaticamente não é algo tão difícil de praticar, apenas requer boa vontade, disciplina e algumas ações e decisões simples que, com o tempo, certamente se tornarão um hábito muito importante em sua liderança. No livro “Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach” eu falo um pouco mais sobre como praticar a “escuta empática” no seu dia a dia como líder.
.
Em 27 de Novembro acontecerá o treinamento “Líder-Coach: Formando e Liderando Equipes de Alto Desempenho”. Participe. Maiores informações pelo e-mail cursos@marcofabossi.com.br
.
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach, em www.coracaodelider.com.br
.

Clique aqui e veja outros textos do Blog do Fabossi
.
Um grande abraço,
.
Marco Fabossi

4 Respostas até agora.

  1. Matheus disse:

    Excelente texto Marco,de fato,mais importante do que falar bem,é ouvir.Tanto que aprendemos as coisas ouvindo não falando.
    Também quero lhe dar os parabéns pelo novo visual do blog,não sei a quanto tempo está já que estive acompanhando os textos por email,mas saiba que ficou muito bom.Parabéns pelo lançamento do livro e o sucesso que você está ganhando devido ao bom trabalho feito.

    Abraços,
    Matheus

  2. Dorita de Macedo Cancian disse:

    Olá, Marco.
    É verdade; quando pensamos ou falamos em liderança, logo vem à mente discursos e envolvimento unilateral.
    Líderes do nosso novo tempo têm que se disciplinar mesmo!!!
    Adorei.
    Dorita.

  3. Maria do Carmo disse:

    Gosto do que escreve. os textos sobre liderança e em especial hoje é fantastico. Parabens pelo tamanho dom.
    Abraço Fraterno

  4. Tereza Couri disse:

    Caramba!
    Você é fantástico!
    Vou aproveitar muito as suas estórias…
    Abraços sinceros.
    Tereza Couri