• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

A Essência da Liderança (Liderança)

Postado por Marco Fabossi julho - 5 - 2009 9 Comentários
paifilha  Agnaldo sabia que, se quisesse crescer na organização, deveria tornar-se um líder. Ele, porém, não entendia muito bem o que isso significava, e resolveu conversar com antigos professores e amigos, de quem recebeu muitas informações importantes, mas que não o satisfizeram. Ele resolveu então procurar um ancião de reconhecida sabedoria, e perguntou:
– Senhor, poderia falar-me sobre a essência da liderança, de tal forma que, praticando-a, eu possa me tornar um verdadeiro líder para as pessoas que estão ao meu redor?
O ancião moveu a cabeça afirmativamente e disse:
– Eu explico a você os princípios da liderança, desde que venha acompanhado de um seguidor. Somente assim minha explicação terá sentido.
– Será que um de meus subordinados serve? – perguntou Agnaldo inocentemente, ávido de conhecimento.
Mas o velho guru balançou novamente a cabeça e respondeu, com firmeza:
– Tem que ser um seguidor.
Agnaldo partiu pensativo, confuso e um pouco decepcionado. Alguns anos depois, retornou ao ancião, desta vez acompanhado de sua filhinha de três anos, e disse:
– Você me pediu que eu trouxesse um seguidor. Aqui está. Ela me segue por toda parte – disse Agnaldo sorrindo.
O ancião sorriu, tomou a criança em seu colo e respondeu:
– E por que ela segue você com tanta insistência?
– Eu acho que é porque ela me ama – pensou por alguns instantes e respondeu Agnaldo.
– E por que ela te ama? – perguntou o ancião.
Agnaldo pensou, desta vez por um tempo mais longo, e respondeu:
– Eu acho que é por que eu a amo, procuro ser um exemplo para ela, e faço o que está ao meu alcance para promover o seu crescimento e sua felicidade.
O sábio então sorriu, entregou a menina de volta ao seu pai e concluiu:
– Você já sabe tudo que eu poderia lhe ensinar sobre liderança.
 
A essência da liderança não está no uso do poder e da influência para obtenção de honra e benefício pessoal, mas no comprometimento com a vida e com o ser humano, traduzida em princípios, valores e atitudes que produzam o seu bem-estar e o seu desenvolvimento. Não importa o que você diga ou faça, se em suas ações não houver um genuíno interesse pelo bem-estar das pessoas, sua liderança terá pouco sentido, sua influência será nula ou negativa, e o lugar para onde está levando seus seguidores certamente não é bom.
 
Esta e outras metáforas fazem parte do Livro “Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach”, que será lançado em agosto de 2009, no CONARH, em São Paulo.
 
Clique aqui e veja as outras mensagens do Blog do Fabossi 
 
Um grande abraço,
 
Marco Fabossi

9 Respostas até agora.

  1. Laura disse:

    Fabossi, a amostra está muito boa, fiquei com alta expectativa com relação ao restante. Tenho certeza que você estará contribuindo para o crescimento profissional e pessoal de muitos. Parabéns! Laura

  2. HIGA disse:

    Bom dia , Marco, parece simples mas não é tão simples assim. Lógico que temos que pensar dessa maneira, mas quando lidamos com seres humanos e com muitas pessoas tudo fica muito complicado, o que parece bom para uma pessoa já não é tão bom para outra. A felicidade é muito relativa.

  3. Marco Fabossi disse:

    Olá “Higa”, bom dia, tudo bem?

    Primeiro, muito obrigado por participar do blog com seus comentários. E é justamente este tipo de discussão que valoriza o tema.
    Quando nos tornamos líderes, naturalmente assumimos a responsabilidade por buscar o bem-estar das pessoas que estão sob nossa liderança, e para que isso aconteça precisamos servir essas pessoas, e aqui reside um dos grandes equivocos daqueles que procuram exercer uma liderança servidora. Servir não é dar o que as pessoas querem, mas o que elas precisam (e muitas vezes não sabem que precisam). Assim sendo, buscar o bem-estar das pessoas não significa necessáriamente fazê-las felizes, mas ajudá-las a crescerem como seres humanos e profissionais, ainda que isso cause alguma “dor”. Imagine se dermos a nossos filhos tudo o que eles querem? Como pais, nossa responsabilidade é de dar-lhes o que eles precisam, mesmo que não entendam naquele momento. O mais importante de tudo isso, é que todas as ações do líder estejam permeadas com muito amor. Não um amor “sentimento” apenas, mas o amor “ágape”, que age em favor das pessoas independentemente de sentimentos.

    Um grande abraço,

    Marco

  4. MAURO S.PINTO disse:

    Ola Fabossi, bom dia
    gosto muito de ler seus e-mails, pois são muito instrutivos, e, nos fazem pensar na vida de uma outra maneira.
    Este e-mail, a respeito de liderança, é bastante interessante, e para acrescentar, eu diria que para saber liderar, é preciso antes saber ser liderado, para saber ensinar, precisa-se saber aprender, para ser respeitado, precisa-se respeitar, enfim , para tudo na vida é preciso a contra posição, é preciso humildade, bom carater e fraternidade.

    Um grande abraço.

  5. WALMIR MORAES disse:

    OLÁ MARCOS
    PARABÉNS POR ACEITAR ESSE DESAFIO
    ESPERO QUE ESSE LIVRO MUDE O CONCEITO DE LIDERANÇA.
    DEUS TE ABENÇOE !

  6. Edinéia disse:

    Quando o ser humano, na condição de “lider”, conseguir enxergar a essencia do ser, na forma dessa estória, teremos um mundo corporativo melhor, mais produtivo e mais justo. Trabalho o meu “ser” todos os dias para aprender a amar cada vez mais meus companheiros de trabalho, minha equipe. O sofrimento pessoal e profissional de cada um dói tambem em mim. Adoro as suas lições.

  7. Dinha disse:

    Boa tarde !!!

    … o que posso dizer ????

    … que a cada semana aprendo mais com vc…

    … te amo !!!!

    … é a titia…bjus

  8. Tatjana Hein disse:

    Olá, Marcos, Não sei se lembra de mim, mas fui assistente do Marcos Wunderlich durante certo tempo. Eu também tenho um blog e também andei pensando sobe as características de um lider. Se estiver interessado em ler, acesse o link abaixo:

    http://coachingementoring.blogspot.com/2008/11/liderana.html

    Abraço e sucesso!

  9. Carlos Araújo "Carlera" disse:

    Marco Fabossi…Este é “o cara”.

    Marcão, tenho muito orgulho em tê-lo como amigo e conhecê-lo a tanto tempo pessoal e profissionalmente.
    Sabes que sempre admirei sua capacidade e o ser humano que é.
    Peço a Deus que o mantenha com saúde para que continues com sua jornada, passando às pessoas um pouco de sua experiência de vida.
    Um grande abraço de seu amigo,
    Carlão