• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

A Esquiadora (Resiliência)

Postado por Marco Fabossi julho - 18 - 2009 8 Comentários
esquiadora  A esquiadora Bonnie St. John Deane, por ter apenas uma perna, participava das paraolimpíadas competindo com outra esquiadora portadora da mesma limitação física.
A outra atleta foi a primeira a partir na competição, e na última volta se desequilibrou, caiu, mas levantou-se e cruzou a linha de chegada com um tempo não muito competitivo.
Confiante, Bonnie comentou com sua equipe que tinha certeza da vitória, porque certamente não cairia. Mas o inesperado também aconteceu com Bonnie: ela também caiu e cruzou a linha de chegada com um tempo ainda maior que sua oponente, que venceu a disputa.
Bonnie ficou arrasada, e seus companheiros tentavam consolá-la dizendo coisas como:
– Ela é apenas uma esquiadora mais rápida que você.
E quando Bonnie ouvia este tipo de comentário, respondia com firmeza:
– Não, ela não é mais rápida que eu. Ela apenas se levantou mais rápido que eu!
 
Existem muitas verdades na vida, e uma delas é que todos nós “vamos cair em certas curvas da nossa existência”, e o que fará de nós pessoas bem sucedidas não é o fato de evitarmos as quedas (porque elas são inevitáveis), mas a velocidade com a qual levantamos e nos recuperamos delas. Todos caem, mas só os resilientes se levantam.
Isso é resiliência, a velocidade com a qual ficamos em pé. O termo resiliência provém do latim, do verbo “resilire”, que significa “voltar ao estado natural”. Historicamente, a noção de resiliência foi primeiramente utilizada pela Física e Engenharia, referindo-se a capacidade de voltar ao estado normal ou de não arrebentar. A Resiliência é o principal fator do sucesso de longo prazo. Ela afeta nosso modo de lidar com os problemas e as novas situações.
A boa notícia é que resiliência pode ser aprendida! Quando estiver no meio de uma adversidade, busque agir da seguinte maneira:
1 – Coloque seu foco naquilo que você pode agir para influenciar, controlar ou modificar, ainda que seja pouco, e movimente-se, aja, faça algo. Não foque naquilo que você não tem controle.
2 – Assuma responsabilidade por sua parte na solução no problema, ainda que não sido você o causador. Pense no que você pode fazer para ajudar.
3 – Não faça do problema algo maior do que ele é, e nem permita que ele invada áreas da sua vida que não estão relacionadas a ele.
4 – Resolva ou ajude a resolver o problema o mais rápido possível. Não deixe que ele se estenda por muito tempo.
Pessoas com alto nível de resiliência buscam alguma maneira de controlar ou influenciar a situação, se responsabilizam em ajudar, em fazer sua parte para que as coisas voltem ao normal, fazem o possível para limitar o problema ao próprio problema, e sabem que o problema não é para sempre.
 
Metáforas como esta fazem parte do Livro “Coração de LíderA Essência do Líder-Coach”, que será lançado em agosto de 2009.
 
Clique aqui e veja outros textos do Blog do Fabossi
 
Um grande abraço,
 
Marco Fabossi

8 Respostas até agora.

  1. Dorita de Macedo Cancian disse:

    Gosto muito dessas metáforas de encorajamento e força interior.
    Já atravessei tantas na minha vida, que se não reagisse aos tombos, não estaria mais aqui escrevendo agora.
    Abraços: Dorita.

  2. Fillipe Biazon disse:

    Marcão,

    Mais uma vez PARABÉNS !!! Seus textos têm sido cada vez mais fortalecedores e encorajadores!!

    Que Deus continue lhe abençoando e que cada vez mais você possa utilizar sua experiência e sua habilidade com pessoas para trazer palavras como esta!

    Fica com Deus!

    Um abração,

    Fillipe

    PS: Me avise do lançamento do livro ein!

  3. Nestor L. Camargo disse:

    Fabossi,
    Parabéns.
    Desejo-lhe muito sucesso nessa nova etapa da vida. Que Deus o ilumine na missão de ajudar pessoas a se reencontrarem com suas “resiliências” e trilharem pela estrada da alegria.
    Abraços
    Nestor

  4. Carlos Henrique (Nino) disse:

    Esta mensagem me fez lembrar aquela em que duas meninas estão atrasadas para a aula e então uma pára, ajoelha-se e ora a Deus para que consiga chegar no horário. O que não ocorre. Porém, ao chegar na escola ela conversa com sua colega e questiona que não era justo chegar atrasada se ela tinha orado. Sua colega então respondeu: “Eu também orei. Só que fiz isso enquanto corria.”

    Marcos, saiba que Deus tem usado sua vida para abençoar as nossas.

    Sucesso e até o lançamento.

    Parabéns!

  5. Gilvan Carlos Tavares disse:

    Aprendi com o passar o tempo o seguinte:
    “Não apresente seus problemas a Deus, antes apresente Deus aos seus problemas…”

    eles fugirão de vergonha !

    abraço, Gil

    (vi a capa do livro, ficou DEZ !!!)

  6. Rafael Cardeal disse:

    Marcos esta história é muito bacana, principalmente para os jovens que através da mesma são motivados a continuar na busca pelos seus sonhos.
    Que o Senhor te abençõe!

  7. Maysa disse:

    Conversando com uma amiga hj percebi o quanto ela precisava de ler o texto acima para dar o peso certo aos problemas, caiu como uma luva copiei, colei e enviei!Parabéns pelo blog!Virei fã!
    Maysa

  8. Deise disse:

    Procurando um texto sobre resiliencia ,achei esse . Vou copiar,imprimir e partilhar com minha equipe de vendas. Estamos passando por um problema de falta de vendas o que está começando a gerar desmotivação. Acredito que esse texto que acabei de conhecer ,irá nos ajudar muito. Fabossi, muito obrigada pela sua disponibilidade em nos ajudar sempre. Um abraço