• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

O que você acha que devemos fazer? (Liderança)

Postado por Marco Fabossi março - 9 - 2014 4 Comentários

pensativo  Bill Marriot criou a maior operadora de hotéis do mundo, que também considerada uma das melhores organizações da atualidade, segundo ele, adotando um sistema de comunicação simples e poderoso, que incentiva a criatividade, aguça o talento, e engaja as pessoas. Ele conta que tudo começou assim:
Eu estava concluindo a faculdade, tinha passado seis meses na marinha, e voltei pra casa para as férias de natal. O secretário de cultura dos Estados Unidos, amigo de meu pai, veio até a fazenda da minha família e trouxe com ele o General Eisenhower, o presidente do país.
Estava muito frio lá fora, e meu pai tinha preparado alvos para o tiro, e perguntou ao General:
– O senhor quer sair para atirar, ou prefere ficar junto à lareira?
O general voltou-se para mim e perguntou:
– O que você acha?
Nos segundos que passaram entre sua pergunta e minha resposta, eu pensei: Então é assim que ele agiu ao lidar com Churchil, Marshall, Roosevelt e tantos outros! Ele faz a pergunta de ouro: “O que você acha que devemos fazer?”. Então eu respondi:
– Está frio demais lá fora, presidente. Fiquemos perto da lareira.
Depois da resposta continuei refletindo e pensei: “Se algum dia tiver uma empresa, farei esta pergunta. E se o fizer, tenho certeza que vou obter informações muito boas”.
Pra finalizar, Bill conta: Meu filho John estava trabalhando em Nova York, numa divisão de uma empresa que adquirimos. Ao chegar à cozinha, ele se voltou para uma das pessoas e perguntou:
– Estamos com este problema. O que você acha que devemos fazer?
Os olhos do funcionário se encheram de lágrimas quando ele respondeu:
– Trabalho nesta empresa há vinte anos e ninguém tinha perguntado sobre minha opinião para nada!

Baseado no Texto do Livro “O Oitavo Hábito” de Stephen Covey

Um das características que diferenciam uma liderança tradicional da liderança-coach são as perguntas.
As perguntas têm impacto profundo na vida dos liderados, primeiro porque os leva a exercitar o pensamento e o raciocínio, ajudando no desenvolvimento da visão sistêmica e estratégica, criatividade e assertividade. Em segundo lugar, porque, quando o Líder-Coach não diz o que as pessoas devem fazer, naturalmente as induz a buscar e decidir por uma alternativa de ação, aumentando naturalmente o seu nível de engajamento, comprometimento e responsabilidade (já que foram elas quem fizeram a escolha), formando profissionais e futuros líderes capazes de pensar por si mesmos, de atingir resultados e de transformar constantemente o ambiente, encontrando novas possibilidades e antecipando mudanças.
Lembre-se: As pessoas se comprometem com aquilo que conhecem e participam. Elas se engajam naquilo que ajudam a criar.
Perguntas abrem as portas para novas descobertas e, consequentemente, geram muito mais conhecimento porque as pessoas se empenharão em buscar suas próprias respostas, e assim se desenvolverão naturalmente. Perguntas tiram as pessoas da zona de conforto, acaba com a preguiça mental, e estimula o desenvolvimento e o comprometimento da equipe, porque o pior liderado não é o que não faz o que você pede, mas aquele que só faz o que você pede.
Obviamente, não é possível fazer perguntas o tempo todo, mas certamente é possível perguntar um pouco mais. Busque fazer perguntas focadas na solução, e não no problema. Com o tempo você encontrará o caminho das melhores perguntas.
Por isso, o Líder-Coach busca desenvolver sua capacidade de formular perguntas que fomentem a criatividade, que sejam capazes de despertar o interesse individual e coletivo, e que instiguem as pessoas a pensar “fora da caixa”. Contudo, isso somente será possível em ambientes onde não exista desconfiança, medo e controle excessivo, ou seja, ambientes onde as pessoas possam estar envolvidas de mente e coração nas discussões, externando suas opiniões, desenvolvendo sua criatividade, permitindo que suas boas ideias fluam naturalmente.
Aqui estão algumas ações que podem facilitar essa tarefa:
Crie um ambiente de respeito e liberdade a novas ideias, sugestões e descobertas, por mais absurdas que possam parecer;

  • Evite julgamento prematuro ou rótulos;
  • Ouça muito, para depois estabelecer possíveis ligações entre as ideias;
  • Incentive a visão sob pontos de vista diferentes;
  • Reconheça as pessoas, sua participação e suas contribuições;
  • Compartilhe suas descobertas e informações com sua equipe.

Em um ambiente assim, haverá liberdade para que todos expressem sua opinião e criem uma cultura na qual as principais decisões sejam elaboradas com maior profundidade, assertividade e responsabilidade, já que todos sabem que suas afirmações serão naturalmente questionadas e, portanto, precisarão estar sempre bem preparados para as discussões.
Não existe evolução sem mudança, não existe mudança sem novas respostas, e não existem novas respostas sem perguntas poderosas. Portanto, desenvolva o hábito de perguntar!

livro3a-capa-site


Coração de Líder
A Essência do Líder-Coach
3a Edição - Revisada e Ampliada

Agora também em Áudiolivro

Clique e Adquira o seu Livro ou AudioLivro

.

Um grande abraço,

Marco Fabossi

Inscreva-se no Blog da Liderança
.
Marco Fabossi
Marco Fabossi é Sócio-Diretor da Crescimentum, a mais completa empresa de formação de líderes do Brasil.
Crescimentum – Alta Performance em Liderança
.
Livro Coração de Líder
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach em
Um dos Melhores Livros de Liderança do Brasil
 .

Os Melhores Livros de Liderança dos Últimos Tempos
Conheça os melhores Livros de Liderança
 
Líder do Futuro – Artigos sobre Liderança
Artigos sobre Liderança dos Consultores da Crescimentum
Artigos sobre Liderança
 
Líder do Futuro
O melhor programa de formação de líderes do Brasil.
Líder do Futuro – A Transformação em Líder-Coach
.
Vídeos sobre Lideranca e Motivação
Vídeos sobre Liderança e Motivação
Vídeos – Liderança e Motivação
 
Blog da Liderança
Textos sobre Liderança, Motivação, Trabalho e Equipe e Coaching:
Os Melhores Textos sobre Liderança

4 Respostas até agora.

  1. Maria de Lourdes Rosalem disse:

    gostaria muito de receber informaçoes permanente sobre os assuntos tratatos pelo consultor.

  2. Rosangela Gomes disse:

    Fabossi,

    Excelente artigo! Inspirador e instigante.
    Obrigado por compartilhar conhecimento e sabedoria.
    Que Deus continue te alimentando sempre com essas características ímpares para que vc possa continuar a plantar ótimas sementes.

    Grande abraço,

    Rosangela

  3. Alain Marcelo disse:

    Caro Fabossi, muito precisa sua proposta para evolução.
    Percebo o grande desafio na criação de um ambiente sem desconfiança, medo e controle excessivo.
    Comprometimento, ousadia e liberdade com responsabilidade são as palavras da vez.
    Obrigado pelo texto.

  4. […] Sobre este assunto, veja também o Post “O que você acha que devemos fazer?” no Blog da Lideran…  […]