• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

O Líder deve Executar ou Realizar?

Postado por Marco Fabossi julho - 5 - 2015 3 Comentários

delegar01  O enorme transatlântico deixou o porto acompanhado por uma nuvem de gaivotas prateadas que atraiu a atenção de todos por causa da algazarra que faziam e pelo capricho de suas voltas ao redor do navio.
Passados alguns minutos, o tempo se tornou ameaçador e iniciou-se uma grande tempestade. Um dos tripulantes que permanecia no tombadilho, olhando para as gaivotas lastimou:
– Como poderão elas, tão frágeis, lutar contra este tufão?
De repente, as pequenas gaivotas se ergueram para acima da tormenta e continuaram a voar calmamente.

Muitos líderes estão tão envolvidos com os problemas, detalhes e execução das tarefas do dia a dia, que não têm força para “voar” acima deles e olhar as situações sob pontos de vista mais estratégicos, abrangentes e sistêmicos, e por agirem assim, acabam executando muito, mas realizando quase nada.
Por isso, um líder precisa estar disposto a preparar, treinar, formar e empoderar seus liderados para que executem as atividades com excelência, permitindo-se assim um olhar mais tático e estratégico, tanto em relação ao que está sendo executado (atividades e seus resultados), quanto àqueles que executam (pessoas), organizando as ideias, atividades, recursos e pessoas de maneira mais inteligente e eficaz.
Além disso, a delegação aumenta o nível de interação e senso de trabalho em equipe, porque faz com que cada pessoa se sinta participante do processo e dos resultados, aumentando, naturalmente, o nível de comprometimento e responsabilidade, já que, em geral, as pessoas se comprometem com aquilo que conhecem e participam.
Delegação, contudo, é algo mais fácil de falar do que praticar, porque se não houver vontade, determinação e disciplina por parte do líder, certamente a correria do cotidiano o impedirá de fazê-lo. Também, alguns modelos mentais podem impedir o líder de delegar; pensamentos como: “As pessoas não estão preparadas, por isso não posso delegar tarefas importantes a elas”; “Não tenho tempo para preparar as pessoas, portanto, prefiro fazer eu mesmo”; “Ninguém faz isso tão bem quanto eu, portanto, se eu quero o trabalho bem feito, melhor que eu mesmo faça”; “Se eu der isso para alguém fazer, sei que voltará com problemas, então, eu mesmo faço” e “Ninguém conhece esse processo tão bem quanto eu, então, melhor eu mesmo fazer”.
Para vencer estes obstáculos é preciso estabelecer um ponto de ruptura e ressignificação, caso contrário continuaremos fomentando o ciclo do “ovo e da galinha”: “– Eu quero delegar, mas eles não estão prontos. Com isso acabo trabalhando mais do que deveria. Para que eles fiquem prontos eu tenho que dedicar muito tempo preparando-os, e eu não tenho tempo pra isso”.
Antes de aprender o jeito certo de delegar, contudo, é preciso decidir delegar pelo motivo certo, pela consciência de que esta é uma das principais formas de ajudar as pessoas de sua equipe em seu crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional.
Aqui vão algumas dicas que podem ajudá-lo. Com o tempo, você criará o seu próprio jeito de fazê-lo.

  • Comece fazendo uma lista de suas atividades, e escolha quais delas podem ser delegadas;
  • Tome o cuidado de não usar a delegação como lixeira. Não delegue apenas atividades que não deseja, não gosta e, consequentemente, não quer fazer. Sua equipe certamente perceberá, e isso pode comprometer o processo;
  • Considere o perfil e as habilidades necessárias para a execução do trabalho. Dê preferência a pessoas com talentos naturais para o tipo de trabalho que pretende delegar;
  • Reflita sobre o grau de aceitação que a pessoa que receberá a tarefa tem na equipe e na organização, principalmente quando for um trabalho que demande interação com outras áreas;
  • Esteja certo de que a tarefa pode ser realizada, pois tarefas impossíveis desmotivam;
  • Busque delegar tarefas de forma equilibrada entre todos;
  • Defina clara e detalhadamente o objetivo, a tarefa e os resultados esperados;
  • Esclareça papéis, responsabilidades e limites;
  • Estabeleça prazos e o padrão de qualidade esperado;
  • Treine e prepare a pessoa antes de delegar;
  • Empodere. Conceda a autoridade necessária para a realização do trabalho delegado. Se a cada etapa for necessário que você seja consultado para autorizar uma determinada ação, você e a pessoa que recebeu a tarefa perdem tempo. Ao delegar, dê também autonomia a quem recebe a tarefa;
  • Feita a delegação, crie todas as condições necessárias para que a pessoa realize a tarefa com sucesso. Evite ficar micro gerenciando o que estiver sendo feito, dando palpites o tempo todo. Se a pessoa está preparada, deixe-a fazer o trabalho. Apenas a apoie no que for necessário;
  • Estabeleça pontos de controle. Defina um sistema de acompanhamento para se certificar de que está tudo correndo conforme o esperado, esclarecer dúvidas, e evitar surpresas ao final do processo;
  • Permita e incentive as pessoas a descobrirem maneiras mais eficientes de executar a tarefa. Dê liberdade e autonomia para que o processo seja melhorado, ainda que ele tenha sido criado por você – isso gera autonomia, propriedade, responsabilidade, e motiva a equipe;
  • Reconheça as pessoas e comemore os resultados.

Para finalizar, algumas perguntas importantes pra você refletir:

  • O que você está fazendo que poderia ser feito por outra pessoa?
  • O que você está fazendo que só você pode fazer?
  • O que você deveria fazer que não está fazendo?

Tudo que você faz bem feito hoje, já foi mal feito um dia e, só é bem feito atualmente porque alguém um dia lhe deu a oportunidade de começar a fazer, portanto, seja justo, não tire essa oportunidade das pessoas à sua volta e, lembre-se: Um líder não precisa executar, mas realizar, e quanto menos ele executar, mais ele realizará.

livro3a-capa-site


Coração de Líder
A Essência do Líder-Coach
3a Edição - Revisada e Ampliada

Agora também em Áudiolivro

Clique e Adquira o seu Livro ou AudioLivro

.

Um grande abraço,

Marco Fabossi

Inscreva-se no Blog da Liderança
.
Marco Fabossi
Marco Fabossi é Sócio-Diretor da Crescimentum, a mais completa empresa de formação de líderes do Brasil.
Crescimentum – Alta Performance em Liderança
.
Livro Coração de Líder
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach em
Um dos Melhores Livros de Liderança do Brasil
 
Os Melhores Livros de Liderança dos Últimos Tempos
Conheça os melhores Livros de Liderança
 
Líder do Futuro – Artigos sobre Liderança Artigos sobre Liderança dos Consultores da Crescimentum Artigos sobre Liderança
 
Líder do Futuro
O melhor programa de formação de líderes do Brasil.
Líder do Futuro – A Transformação em Líder-Coach
.
Vídeos sobre Lideranca e Motivação
Vídeos sobre Liderança e Motivação
Vídeos – Liderança e Motivação
 
Blog da Liderança
Textos sobre Liderança, Motivação, Trabalho e Equipe e Coaching:
Os Melhores Textos sobre Liderança

3 Respostas até agora.

  1. Flabenilto disse:

    Excelente reflexão!
    Me fez ver que tenho delegado pouco!
    Preciso melhorar!

  2. danilo disse:

    Uma das melhores publicações deste ano. Relutei um pouco em continuar lendo devido ao tema ja ter sido muito debatido em diversas fontes. Parabéns pela clareza e profundidade. Seguramente sera muito útil para transformar mais e mais pessoas em lideres do futuro.