• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Feedback é um Ato de Amor (Liderança)

Postado por Marco Fabossi junho - 2 - 2013 5 Comentários

feedback  Dois ex-colegas de trabalho se encontraram casualmente num bar e passaram boa parte da noite conversando sobre os velhos tempos e as novidades do dia a dia.
Depois de algumas horas de conversa, pediram a conta, e um deles comentou:
– Poxa, que conversa agradável. Foi ótimo poder conversar com você novamente.
E o outro respondeu:
– Eu aprendi muito esta noite.
– É mesmo? O que você aprendeu? – Perguntou o amigo.
– Durante todo o tempo, você tentou dizer coisas que me agradassem, e eu dizer coisas que você queria ouvir. Se tivéssemos sido sinceros e honestos um com o outro, teríamos saído dessa conversa muito melhor do que entramos. Fiquei pensando, e era exatamente assim que agíamos quando trabalhávamos juntos. Provavelmente só não estamos em uma melhor situação profissional atualmente porque, ao fecharmos os olhos para coisas que o outro não conseguia enxergar por si mesmo, e não falarmos aquilo que poderia ajudar o outro a crescer, impedimos e retardamos o nosso desenvolvimento.
E continuou:
– Essa noite eu aprendi que Feedback é um ato de amor!

Segundo pesquisa da Prof. Betânia Tenure, com 330 alto executivos de grandes empresas brasileiras, 74% deles admitem que o discurso é oposto ao que acontece na prática, com colaboradores, clientes, fornecedores, parceiros e governo. Com os colaboradores, especificamente, essa falta de integridade se revela por meio de feedbacks enganosos, falsa preocupação com a equipe, mentiras e manipulação de pessoas.
A falta de Feedback sincero, honesto e assertivo é um dos maiores motivos de insucesso de líderes, e consequentemente, de seus liderados. Infelizmente, o Feedback tem sido uma das ferramentas mais mal interpretadas e mal utilizadas nas organizações, tanto que é motivo de piadas, apelidos pejorativos, e virou sinônimo de bronca, crítica e reclamação: “Chama o fulano que eu vou passar um feedback nele!”.
Feedback é algo importante para você? Você dá Feedback na quantidade e qualidade necessárias para que sua equipe cresça e se desenvolva o quanto poderia? Se sua resposta à primeira pergunta foi “sim”, e à segunda foi “não”, existe uma incongruência, concorda?
Feedback é uma conversa de aprendizado, e quando bem utilizado, gera aprendizado, respeito, melhoria, crescimento e bem-estar, contudo, muitos líderes arrumam várias desculpas para não dar Feedback: “Eu não dou feedback porque não tenho tempo”, “Tenho medo de magoar as pessoas”, “Elogiar demais estraga”, “Ele não tem jeito”, “Eu não sei direito como dar feedback”, e muitas outras (a lista é longa).
Para dar Feedbacks sinceros e assertivos é preciso adotar uma postura altruísta, que tira o foco de si mesmo, e coloca-o em quem o recebe, portanto, mais importante que a ferramenta ou o método que utiliza, é sua intenção ao fazê-lo.
Para que o Feedback possa se estabelecer em sua liderança, você precisa antes construir um ambiente de confiança, transparência e honestidade. Sua relação com sua equipe é como uma conta bancária emocional, onde a “moeda” se chama “significância”. Em suas interações com seus liderados você tem apenas duas opções: depositar ou sacar “significância” de suas vidas. Quando você esclarece expectativas, reconhece o bom desempenho, honra seus compromissos, pede desculpas quando necessário, fala a verdade, escuta as pessoas, age com amor, caráter e integridade, recebe bem os feedbacks da equipe, e dá feedbacks sinceros e honestos, está fazendo “depósitos de significância”, e naturalmente ajudando a criar um ambiente de confiança, transparência e honestidade. Contudo, se você é um líder que não deixa claro o que espera da equipe, não honra aquilo que fala, mente, não tem tempo para escutar as pessoas, não aceita as ideias da equipe, e não recebe feedback, está fazendo “saques de significância”. E então? Sua conta está positiva ou negativa?
A palavra-chave para um bom Feedback é “sinceridade”. Seu Feedback pode ser “lindo”, mas, se for falso, não servirá para nada. Quem recebe um bom feedback sai da conversa melhor do que entrou. É por isso que o Líder-Coach precisa ser assertivo e respeitoso ao dar feedback, já que ele não está ali para julgar a pessoa, e sim, para contribuir com seu crescimento, informando-a sobre algo que a ajude a perceber o que funciona e o que não funciona em suas ações; e a melhor maneira de fazê-lo é sendo positivo, ainda que o motivo seja a correção de algo que tenha sido feito errado.
Feedback sincero, honesto, respeitoso e assertivo é um ato de amor porque comunica às pessoas que as valoriza, que acredita nelas e quer ajudá-las a melhorar. Consequentemente, quando deixa de fazê-lo, ou faz de qualquer jeito, comunica, ainda que sem palavras, que não espera muito delas.
Portanto, a qualidade e a quantidade de Feedbacks para seus liderados, pares e chefes é que dirão se você é um líder que acredita e valoriza as pessoas, ou se desistiu delas.

“Um orientador é alguém que diz o que você não quer ouvir e faz você ver o que não quer ver, para que você possa ser quem você sempre soube que poderia ser.”
(Tom Landry)

livro3a-capa-site

Coração de Líder
A Essência do Líder-Coach
Marco Fabossi

3a Edição - Revisada e Ampliada
O Livro que vai revolucionar a sua Liderança

Clique Aqui e Adquira o seu Exemplar

.

Um grande abraço,

Marco Fabossi

Veja outros textos do Blog da Liderança
.
Marco Fabossi
Marco Fabossi é Sócio-Diretor da Crescimentum, a mais completa empresa de formação de líderes do Brasil.
Crescimentum – Alta Performance em Liderança
.
Livro Coração de Líder
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach em
Um dos Melhores Livros de Liderança do Brasil
 
Líder do Futuro – Artigos sobre Liderança
Artigos sobre Liderança dos Consultores da Crescimentum
Artigos sobre Liderança
 
Líder do Futuro
O melhor programa de formação de líderes do Brasil.
Líder do Futuro – A Transformação em Líder-Coach
.
Vídeos sobre Lideranca e Motivação
Vídeos sobre Liderança e Motivação
Vídeos – Liderança e Motivação
 
Blog da Liderança
Textos sobre Liderança, Motivação, Trabalho e Equipe e Coaching:
Os Melhores Textos sobre Liderança

5 Respostas até agora.

  1. Sônia disse:

    É uma ferramenta muito importante e valiosa, se usada da maneira certa, acredito que todo Líder deve aprender como usar essa ferramenta.

  2. Marcio Melo disse:

    Excelente texto, pois acredito que o feedback é uma das ferramentas principais dos gestores.

  3. Aurélio disse:

    Fabossi,

    Muito pertinente o enfoque. E o que fazer quando a cultura de feedback esta contaminada pela “solidariedade e compreensão” propositalmente entre aspas?
    Acho que o melhor feedback é aquele que faz o outro pensar e re-agir (ato consciente e não emocional). Vejo isto como possível desde que tenha por base o respeito e educação, básicos a qualquer boa relação humana, mas por via de regra não é o que acontece. O que fazer? Como bem colocou Sônia acima, aprender, aprender e aprender. Pode indicar um livro com ênfase na questão?
    Forte abraço e obrigado por partilhar conhecimentos e sabedoria 🙂

  4. Como já disse antes, sou fã dos seus textos, Fabossi. E pra mim ser sincero é uma das principais características de um sucesso sustentável. Muito bom o texto!

  5. Alexandre Fujita disse:

    Eu já ouvi isto antes!
    Sensacional o texto! Entendo que uma das maiores falácias que já ouvi é: se vc não tem nada de bom para dizer, então não diga nada! O feedback pautado na confiança sempre vai construir! Não falar nada, ou seja, não dar feedback, é o caminho da indiferença, da irresponsabilidade e em último nível, da ausência do respeito e por que não dizer do amor que vai minando relações e consequentemente ficando com o saldo negativo que leva à destruição de qualquer trabalho.