• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Mineirinho Vendedor (Criatividade)

Postado por Marco Fabossi Maio - 13 - 2009 11 Comentários

Um mineirinho vindo da roça se candidatou a um emprego na maior loja de departamentos da cidade; Nela podia se comprar de tudo.

O gerente perguntou ao rapaz:

– Você já trabalhou alguma vez na vida?

– Sim, eu fazia negócios na roça.

O gerente gostou do jeito simpático do mineiro e disse:

– Pode começar amanhã e no final da tarde eu venho para verificar como você se saiu.

Foi um dia longo e árduo para o rapaz, e às 17:30 o gerente se acercou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:

– Quantas vendas você fez hoje?

– Uma!

– Só uma? A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia.

De quanto foi a venda que você fez?

– Dois milhões e meio de Reais!

– E como você conseguiu isso?

– Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande. Daí eu lhe vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa, para pescaria pesada. Eu lhe perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica. Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então eu o acompanhei até a seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de primeira linha. Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha, levei-o à seção de carros e lhe vendi uma caminhonete com tração nas quatro rodas.

O gerente levou um susto e perguntou:

– Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um pequeno anzol?

– Não senhor, ele entrou aqui, de fato, para comprar um pacote de absorvente para a esposa, e eu disse a ele:

– Me parece um final de semana perdido; Por que o senhor não vai pescar?

 

A Criatividade e a Persistência nos levam a resultados extraordinários! Pratique a criatividade. Tente fazer este exercício:

 

Exercício para Criatividade.

 

1 – Escolha cinco objetos que estão a sua volta neste momento, e anote o nome deles em uma folha de papel. (só depois disso passe para o passo seguinte)

2 – Escreva para cada objeto, cinco utilidades não usuais. Se você quiser, e se for possível, você pode desmontar o objeto. Exemplo: Um relógio de parede poderia ser usado como bandeja, peso de papel, etc. Seus ponteiros podem ser utilizados como pequenas réguas e agulhas…

3 – Procure gastar no máximo 1 minuto em cada objeto.

 

Às vezes estamos “de bobeira” na recepção de uma empresa ou um consultório médico. Este é um bom momento para praticar este exercício. Se o praticarmos com freqüência, como tudo na vida, se tornará um hábito e, sem que percebamos, estaremos desenvolvendo e aperfeiçoando esta “habilidade”: a criatividade.

 

Clique aqui e veja as outras mensagens do Blog do Fabossi

                                                                                         

Um grande abraço,

 

Marco Fabossi

 

11 Respostas até agora.

  1. Henrique Moraes disse:

    Boa, muito bom a história! =D

  2. Parabéns pelos site encontrei, assistindo seus os videos postado no youtube.

  3. Diego de Almeida disse:

    Você é 10!!! Parabéns pelos vídeos e textos. A internet precisa de gente assim!!! solidária…

    Muito grato aprendi muito no seu site.

  4. Bruno Castro disse:

    Mais uma vez venho lhe parabenizar pelo texto postado. Realmente de grande importância para todos os leitores. Muito bom para ser utilizado em treinamentos.

    Abraços!

  5. Rosangela disse:

    Muito Obrigada!!!

    abçs!

  6. Maurício Barcellos disse:

    Grannnde Marco!
    É com muita satisfação que leio mais uma de suas interessantes histórias. Essa da criatividade é realmente um excelente exercício diário, para nos mantermos espertos, alertas e preparados para os próximos desafios.
    Abs,
    Maurício

  7. Marcia disse:

    Sensacional!

  8. adauto douglas rosa disse:

    obrigado pelas palavras tão sábias.
    parabéns que DEUS abençoe sempre

  9. adauto douglas rosa disse:

    aprendi aprendi aprendi
    QUE
    SOMENTE QUANDO SABEMOS O QUE QUEREMOS, QUAL O CAMINHO A PERCORRER E ONDE QUEREMOS CHEGAR…
    SÓ ASSIM SEREMOS VENCEDORES.

  10. Paulo Garcez Gurgel disse:

    excelente texto