• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

A Corrida de Canoas (Liderança)

Postado por Marco Fabossi novembro - 12 - 2008 4 Comentários

Uma empresa Brasileira e outra Japonesa decidiram enfrentar-se todos os anos numa corrida de canoa, com oito homens cada.

As duas equipes treinaram duramente e no dia da corrida estavam em sua melhor forma.

No entanto os japoneses venceram por mais de um quilômetro de vantagem.

Depois da derrota, a equipe brasileira ficou desanimada. O Diretor Geral decidiu que teriam que ganhar no ano seguinte e criou um grupo de trabalho para examinar a questão.

Após vários estudos, o grupo descobriu que os japoneses tinham sete remadores e um capitão, e enquanto a equipe portuguesa tinha um remador e sete capitães.

Diante disso, o Diretor Geral teve a brilhante idéia de contratar uma empresa de consultoria para analisar a estrutura da equipe.

Depois de longos meses de trabalho, os especialistas chegaram à conclusão de que a equipe tinha capitães demais e remadores de menos.

Com base no relatório dos especialistas, a empresa decidiu então mudar a estrutura da equipe. Ela seria agora composta por quatro comandantes, dois supervisores, um chefe de supervisores e um remador.

Especial atenção seria dada ao remador. Ele teria que ser melhor qualificado, motivado, e consciente das suas responsabilidades.

No ano seguinte, os japoneses venceram com dois quilômetros de vantagem.

Os dirigentes da empresa brasileira imediatamente despediram o remador por causa do seu mau desempenho, e deram um prêmio aos demais membros como recompensa pelo desempenho e pela forte motivação que tentaram incutir na equipe.

O Diretor Geral preparou um relatório da  situação, no qual ficou demonstrado que:                                                                  

·          Foi escolhida a melhor tática,

·          Todos estavam motivados,

·          Porém, o material deveria ser melhorado, portanto…

 

No momento estamos estudando a substituição da canoa!

 

Se observarmos com atenção, veremos que toda equipe é reflexo do seu líder, ou seja, ela pode ser tão forte ou tão fraca quanto ele.

 

Sem uma liderança efetiva, o que encontramos são organizações e profissionais tomados por medo e desequilíbrio, equipes frágeis, pessoas inseguras, e organizações ineficazes e sem sustentabilidade. E por mais que estas organizações estejam interessadas no bem-estar de seus colaboradores e engajadas em ajudá-los a encontrar sentido no que fazem, sem pessoas que ajam como verdadeiros líderes, nada vai mudar.

 

É muito mais fácil encontrar um culpado do que buscar uma solução.

 

Clique aqui e conheça as outras mensagens do Blog do Fabossi

 

Um grande abraço,

 

Marco Fabossi

 

4 Respostas até agora.

  1. Helida disse:

    Isso é a mais pura verdade !!!!!!!!!

  2. welliabb disse:

    gostaria de receber um slaid desse testo ( A Corrida de Canoas {Liderança}.

  3. Adilson costa de moura disse:

    vc falou de lider, e a falta de remadores? um grande lider, nao é nada sem remadores!!!!

    • Marco Fabossi disse:

      Oi Adilson, tudo bem? É isso que a história tenta mostrar. Precisamos de líderes e de remadores. Obrigado pelos comentários. Abraços.