• RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube

Liderança Servidora (Liderança)

Postado por Marco Fabossi outubro - 3 - 2010 2 Comentários

Em de meus eventos, um dos participantes fez o seguinte comentário: “Essa coisa de Liderança Servidora é muito bonita na teoria, mas não se aplica ao meu dia a dia. Eu passo todo o tempo lutando contra cronogramas, produtividade e resultados. Na minha empresa trabalhamos no limite, por isso, não vejo qualquer possibilidade de servir as pessoas, mas apenas comandá-las”.

Contei-lhe então uma história: Um jovem casal recebe a visita da sogra e a nora lhe prepara um peixe que sua mãe servia em ocasiões especiais. Apesar de gostar da comida, a sogra (pra variar) fez o seguinte comentário:

– Por que você serviu apenas a parte central dos peixes?

Eram dois lindos pintados, mas a nora havia apenas utilizado o terço central de ambos. Por fim, ela não conseguiu explicar e, consultada, tampouco sua mãe o pôde fazer, o que deixou o jovem marido intrigado com a situação.

Um mês depois, o jovem casal fez uma visita aos avós da esposa, e então lhes pediram para esclarecer o motivo de utilizar somente a parte central do peixe, e a resposta da avó foi a seguinte:

– Morávamos num sítio, e o peixe era pescado em um rio que cortava o sítio. Éramos muito pobres, e tínhamos apenas uma velha assadeira pequena, onde não cabia um peixe inteiro, portanto, aproveitávamos somente a parte do peixe que cabia na assadeira.

Assim também muitos líderes têm desprezado “a melhor parte do peixe”: as pessoas, porque ainda não compreenderam que “servir” não significa tornar-se escravo das pessoas, porque escravos fazem o que as pessoas querem; já verdadeiros líderes fazem o que as pessoas precisam; não satisfazem vontades, mas suprem necessidades.

Servir significa colocar-se no lugar das pessoas, demonstrar interesse por elas, estar pronto para ajudá-las, identificar suas reais necessidades e atendê-las sempre que possível.

Para servir, porém, é necessário vencer o orgulho, deixar o egoísmo de lado, abrir mão de certos interesses pessoais, ter empatia pelas pessoas, e desenvolver o hábito de dar e não apenas receber. Por isso, não ceda à tentação de começar como servidor e terminar como celebridade, permitindo que aplausos e holofotes o deixem cego, tornando nula sua autoridade, ainda que continue no poder.

O verdadeiro líder não está interessado em ganhar notoriedade ou apenas impressionar as pessoas, porque isso qualquer um, com poucas habilidades, pode fazer, ainda que não se aproxime das pessoas. O verdadeiro líder, porém, serve as pessoas com amor, caráter e integridade, caminhando junto com elas, permitindo que conheçam não somente suas qualidades, mas também seus defeitos, para que por meio da sinceridade, a credibilidade e a confiança se estabeleçam.

Um grande abraço,

Marco Fabossi

Clique aqui e veja outros textos do Blog do Fabossi
.
Marco Fabossi
Marco Fabossi é consultor da Crescimentum, a mais completa empresa de formação de líderes do Brasil. www.crescimentum.com.br
.
Livro Coração de Líder
Adquira o livro Coração de Líder – A Essência do Líder-Coach em www.coracaodelider.com.br
.
Vídeos sobre Lideranca e Motivação
Vídeos sobre Liderança e Motivação: www.youtube.com/blogdofabossi

2 Respostas até agora.

  1. Sônia Alê disse:

    É um momento difícil para o líder, quando ele precisa deixar claro que o que importanta não é satisfazer vontades e sim suprir necessidades, e também quando ele precisa sinalizar para as pessoas os seus defeitos, pois em toda instituição pública existem os antigos funcionários cheios de vícios e que resistem a todas as mudanças achando que estão acima do bem e do mal.Só alguém que tenha conquistado o coração de líder sabe como conduzir essa situação.

  2. Marizélia Thomaz disse:

    O lider valoriza a atitude,o desafio mais dificil ocorrido no percursso da vida de uma pessoa, gerando-lhe oportunidades.O lider visualiza a potencialidade interna da pessoa,a paixão pelo que ela faz, ou pelo que quer fazer e onde quer chegar, o ajuda,o apoia, ama a pessoa, cria um impacto positivo, muitas vezes independente de fatores economicos do liderado, lhe fornecendo cada vez mais auto confiança e crescimento.
    Conforme vc citou um exemplo acima,as vezes acontece ao contrario, o lider não possue dialogos claros, transparentes, verdadeiros, confundindo a felicidade da pessoa, seu estado de flow, superação, adquirido, como se o liderado estivesse querendo ser exibir, ser acima dele, ou como se o liderado se estivesse se sentindo uma celebridade. O lider precisa ter muito cuidado com o ser humano, para não proporcionar ao liderado uma situação pior do que quando, iniciou, começou a ser trabalhado, proporcionando grandes consequências, ou dentro de uma equipe acaba por mandar a pessoa embora.
    Realmente o lider muitas vezes precisa revelar os seus defeitos, e até talvez precisar se humilhar, para formar um elo entre ele e a pessoa, uma aliança, proporcionando confiança e até gerando uma grande amizade.
    O lider, compromete os outros com o seu sonho,faz com que o outro assuma um compromisso, tem que tratar pessoas como pessoas e não como coisas(valor de coisa,chama-se preço), respeitando a dignidade do ser humano, pois este é uma “VALOR ABSOLUTO”.
    Parabéns pelo livro, pela sua fé,pelo seu sonho concretizado,pela sua familia,pelo seu crescimento…Sucesso…
    Abraço
    Marizélia Thomaz